Nasceu João Lucas!

Letícia me procurou no finalzinho de dezembro, interessada em um parto natural.
Decidida e determinada e o marido Endrick fizeram a primeira consulta comigo em janeiro.
 

Os dois estavam sempre juntos, compartilhando de todos os momentos e todas as informações.
Logo conversarmos e acertamos a respeito do parto, que aconteceria no em um hospital da cidade acompanhado pela EO Elúzia Neves e pela GO Rachel Carneiro.
 

Os pródromos começaram, cerca de 2 semanas antes do parto. 
 Hoje 03/02  por volta das 7h ela me manda uma mensagem avisando que as contrações estavam mais dolorosas. Pedi que ela anotasse os intervalos, que em uma hora eu ligaria pra saber como ela estava. Liguei pra Eluzia e a deixei sob alerta.

As 8h liguei e as contrações estavam bem fortes. Endrick disse que ela estava no chuveiro, mas que eles não tinham contado direito as contrações. Eu disse que me arrumaria e que iria pra lá. Falei com Eluzia e ela estava indo também.


Às 8:23 Endrick ligou de novo dizendo que as contrações estavam bem fortes e de 2 em 2 minutos. Como a Dr. Rachel estaria de plantão, disse que seria melhor nos encontrarmos no hospital. 


Cheguei no hospital e fiquei esperando que eles chegassem. Em seguida chegou Eluzia e então ficamos esperando.


Por volta das 9h eles chegaram, contrações bem fortes. Endrick ficou na recepção fazendo a fixa de entrada e nós subimos para a maternidade, onde Eluzia nos esperava na porta.

Primeira avaliação, 6cm de dilatação! Que surpresa! Ficamos felizes com a evolução rápida.
Fomos para o quarto e começamos a arrumação. Empurra daqui, ajeita uns móveis dali, traz o bercinho aquecido que a pediatra pediu... e chegou a hora de inflar a banheira, depois de enchê-la, balde a balde.


Tudo pronto!

As contrações estavam bem fortes, e a "hora da covardia" chegou. Letícia chorava, vocalizava e pedia analgesia. Dizia que não ia aguentar, que estava doendo muito. 

Segurei firme em suas mãos e falei todas as palavras de conforto que me passaram pela cabeça naquele momento. Endrick também as dizia, e assim fomos indo. 

Massagem e suporte

Dr. Rachel vinha ver como andava o processo vez ou outra, perguntava se precisávamos de algo e voltava ao plantão. 

Era hora de uma nova avaliação, 8cm de dilatação. Era hora de ir para a banheira que já estava cheia e morninha. 

Vez ou outra aparecia um curioso para saber o que estava acontecendo no quarto 606. Hora porque o burburinho do parto na água corria, hora porque os sonoros "Aaaaaaaaaaaaaaaaaaah" das vocalizações de Letícia chamavam atenção dos que passavam pelo corredor. 

Piscina cheia balde a balde

Na água, as contrações ficaram mais suportáveis, mas as posições incomodavam muito e Letícia preferiu ficar de "sapinho".

 Chegando ao expulsivo

A dilatação total foi checada dentro da banheira mesmo. Hora de chamar a GO Rachel
Letícia tinha contrações em espaços bem curtos, mas elas eram pequenas, duravam cerca de 15-20 segundos. 

Os puxos chegaram e Letícia sentia vontade de fazer força, e fazia, mas nada de João coroar. Muda de posição daqui, dali, mais puxos, mais forças e nada

Mais de 40 minutos de expulsivo e nada. Foi quando Rachel sugeriu que Letícia saísse da banheira e fosse para a cama. Ela foi, ficou de cócora, 4 apoios, mas o cansaço, a dor nas pernas e o inchaço dificultavam a sustentação. A posição que mais a agradou foi a semi inclinada.

Mais puxos, mais força e nada! As contrações continuavam pequenas, e isso dificultava fazer força na hora dos puxos. Por volta de 12:00 Rachel então sugeriu o uso da ocitocina para aumentar o tempo da contração, facilitando na hora de empurrar. Exausta, Letícia concordou.

20 minutos depois do uso da ocitocina e muitas outras tentativas de posições João finalmente coroou! Eluzia e Rachel falaram quase juntas "Toca a cabecinha dele!", e Leticia tocou e abriu um sorriso lindo!

Nesse momento, entendemos porque ele demorava tanto pra coroar "É o ombro!" Rachel falou rapidamente desfazendo a distócia e ajustando a posição do João que nasceu na contração seguinte. 

E João Lucas veio! Às 12:25, lindo, roxinho, grande e gorducho!! 4,030kg de pura gostosura!!

Bem vindo João!

A felicidade foi geral, e aquele bebê lindo contagiou a todos que estavam na sala!

Felicidade do casal

Papai Endrick cortou o cordão, e permaneceu todo o tempo ao lado da esposa e do filhote. 
Leticia precisou de alguns pontinhos por conta de uma laceração. Pontinhos que foram dados depois que ela tomou banho (sozinha!) e almoçou.

João foi levado para o berçário para avaliação. Ele se destacava entre os outros bebê, fazendo com que ninguém acreditasse que aquele bebezão havia nascido de parto normal, e sem episiotomia!

João e seus 4,030kg de gostosura!

Hospital: Obrigada pelo suporte e disponibilidade para fazer a diferença! Que venham mais e mais partos humanizados!

Pediatra Claudia: Sei que quebrar protocolos não é fácil, por isso obrigada pela sua boa vontade e disponibilidade de atendimento!

Obstetra Rachel: conseguimos!! Que esse seja o primeiro de muitos outros partos que vamos acompanhar! Obrigada pelo carinho, companheirismo, paciência, competência e pelas acrobacias (será que alguém fotografou aquela cena? kakakaka).

Enfermeira Obstetra Eluzia: Valeu parceira! Conseguimos de novo! Que esse parto abra as portas da humanização no nosso pequeno Cachoeiro!

Papai Endrick: Obrigada por confiar em mim e principalmente em sua esposa! Você foi incrível, um super marido! Tenho certeza de que será um super pai para o João!

Mamãe Letícia: Você foi uma guerreira do início ao fim! Trocou de médico, correu atrás e conseguiu seu desejado parto! Você é uma vitoriosa, jamais se esqueça disso! Obrigada por permitir que eu participasse desse momento incrível, eu faria tudo de novo, até mesmo os apertões e unhadas! rs
Parabéns lindona!! No próximo a gente consegue dentro da piscina. :)

4 comentários:

lucineia segunda-feira, fevereiro 03, 2014  

Que lindo!Parabens a equipe e a mãezona guerreira!

Poliana quarta-feira, fevereiro 05, 2014  

Parabéns pelo trabalho!! Sou de Cachoeiro, mas hoje vivo em Vitória. Fico muito feliz em saber que existem pessoas que querem que o parto humanizado seja uma realidade numa cidade onde todos ainda tem um grande preconceito por parto normal! Continuem com esse trabalho lindo e desejo que um dia o parto normal e o trabalho de doula sejam vistos como uma forma linda de se trazer uma nova vida ao mundo!

MARTA AZEREDO DALTIO quinta-feira, fevereiro 06, 2014  

Ahhhhhhhhhhhhhhhhhh! Incrível!
PARTO NA ÁGUA EM CACHOEIRO!!!!! Que tudo de bom!!!
O maridão e eu estamos querendo repetir a dose liberando p/ engravidarmos a partir de agosto/2014. Assim em 2015 certamente teremos mais parto na água. Meu sonho!!

AMEI, AMEI, AMEI ter o parto do Dante com vc como doula. Vamos fazer tudo outra vez, rs!!!

Mel Machado sexta-feira, fevereiro 07, 2014  

Então daqui a pouco Dante vai ganhar um irmãozinho? Viva!!! \o/
Vamo que vamo Marta!! Cachoeiro tá crescendo aos pouquinhos na humanização do parto!

Postar um comentário

  © NOME DO SEU BLOG

Design by Emporium Digital