Nasceu Alice!

Nathália me procurou lá pelo meio da gestação. Ela atualmente está morando em Vitória, mas cresceu em Cachoeiro e sua família ainda mora aqui.

 Nathália + Luiz = Alice

Quando começamos a conversar, parir em Cachoeiro era apenas uma possibilidade. Por conta da família e das opções do plano de saúde. Quando ficou decido que ela viria mesmo pra cá, começamos a pesquisar as opções que teríamos aqui com o plano dela, e no fim chegamos a conclusão que o melhor seria ganhar com plantonista no hospital X.

Confesso que não fiquei segura, em nenhum momento, com a escolha do hospital e com a incerteza de quem seria o médico a acompanhar o parto. Definimos que Eluzia (EO) e eu, ficaríamos o máximo possível em casa com a Nathália para tentar evitar o máximo possível de intervenções e aí seguiríamos para o hospital X que fica a cerca de 5 minutos da casa dela.

Nathália já estava sentindo pródromos a algum tempo, mas nada de contrações efetivas. Até que hoje as 2:43 da manhã, ela me ligou dizendo que havia acordado com o short molhado (ela achava que a bolsa havia rompido) e que estava sentindo contrações doloridas aproximadamente de 5 em 5 minutos, mas que não havia contado direito. Pedi que ela tomasse um banho e que marcasse por 1h as contrações pra tomarmos uma decisão. Liguei pra Eluzia e a deixei de sobreaviso, enquanto isso fui me organizar.

Às 3:13 ela me mandou uma nova mensagem avisando que as contrações permaneciam de 5 em 5 minutos e que estavam bem mais intensas. Disse que iria avisar a Eluzia e que já iríamos pra lá.

Chegamos na casa dela por volta das 4:00. A mãe da Nathália nos recepcionou à porta, e quando chegamos a encontramos andando pela casa, se balançando de um lado pro outro. Por mais estranho que possa parecer, foi a primeira vez que nos vimos pessoalmente. Mas conversávamos tanto durante toda a gestação que parecia que já tínhamos nos visto várias vezes. Demos um abraço gostoso e já começamos com massagens e respirações.

Assim que deu tempo, fomos fazer uma avaliação. Nós nem acreditamos, bolsa rota realmente e 8/9cm de dilatação!!! Hora de ir pro hospital, organizamos tudo e saímos de lá por volta das 4:40h. Nathália foi no carro comigo e Eluzia, e os pais dela logo atrás. A essa altura, Luiz, o namorido e pai de Alice já estava vindo de Vitória.

Eluzia já tinha checado e o GO Y era quem estava de plantão. Que alívio saber aquilo! Chegamos no hospital e fomos direto pro pré-parto. O hospital X exige que, para que a mulher tenha direito a um acompanhante durante o parto, ela peça com antecedência uma autorização na direção do hospital (alô lei do acompanhante!). Já havíamos feito aquilo, então não tivemos problemas para entrar.

GO Y avaliou, 9cm (quase total) de dilatação, BFC ok, tudo perfeito. Depois da avaliação, chegou a típica funcionária "mãezinha" fazendo 1 milhão de perguntas que constavam no pré-natal. Depois disso tivemos mais privacidade.

Trabalha, vai pro chuveiro, respira, massagem, dilatação total! Logo começaram os puxos. 5:15h aproximadamente e Alice foi descendo lentamente.

As contrações começaram a espaçar , e nessa hora eu lembrei da voz da Odete (EO e parteira Urbana) dizendo que, quando as contrações espaçam é porque o corpo precisa de energia e descanso. Nathália havia levado chocolate na mala, e comeu 1 quadradinho da barra enquanto Eluzia corria pra providenciar um suco bem doce. Enquanto isso, ela descansava da melhor forma que podia, mas apesar do espaçamento os puxos não davam trégua. Como ela só tomou um gole do suco, acabou comendo um pouco de açúcar puro pra ajudar a ter mais energia. Claro que a dica da Odete funcionou e as contrações voltaram com tudo.

GO Y vinha sempre perguntar da evolução e do BFC. Como Eluzia a acompanhou o tempo inteiro, ela passava as informações e ele nos permitiu ficar a sós nesses intervalos.

Nathália já estava cansada, e a "hora da covardia" bateu bem mais tarde. A dor no ciático não ajudava, e as posições começavam a ficar muito incômodas. Vira de lado, fica de 4 apoios, cócoras, em pé, agachada e nada.

Por volta das 6:30h Alice ainda não tinha nascido. Já estava baixa, e nas forças era possível ver a cabecinha forçando o períneo. "Ela não nasce Mel, a cabecinha vem mas volta!". Tentei acalmá-la e explicar que era assim mesmo, que ela descia devagar, no tempo dela. Mas quem convence uma mulher depois de mais de 1 hora de expulsivo com puxos intensos?

Foi quando ela perguntou se dava pra fazer alguma coisa pra ajudar a ir mais rápido, porque ela estava cansada e já não aguentava fazer forças. Dissemos que se ela quisesse, poderíamos pedir ao GO Y pra ministrar ocitocina, ela topou, disse que queria qualquer coisa pra acaba logo, até puxar Alice pelos cabelinhos! hahahahahaha

GO Y chegou, avaliou e disse que ela estava indo muito bem e que não iria ministrar ocitocina. "Vamos esperar mais 1h, aí avaliamos de novo e vemos o que vamos fazer, mas por enquanto você não precisa de ocitocina não!" Dá pra imaginar minha felicidade? Eu quis abraçá-lo <3. Natália é que não gostou muito. rs

Continuamos a trabalhar, muda de posição de novo, pra lá e pra cá. Abaixa a cabeceira da cama, levanta a cabeceira da cama, bebe água, levanta, senta, deita. Nathália já ficava acocorada quase que o tempo todo, no máximo descansava as pernas em 4 apoios. foi quando lá pelas 7h, de cócoras em um puxo enorme que Alice veio, primeiro a cabeça e na segunda contração, com Nathália em 4 apoios o resto do corpinho às 7:05 da manhã, em um Parto Natural Hospitalar com 3,690kg depois de quase 2 horas de um intenso expulsivo sustentado na raça! Eluzia apenas sustentou o corpinho de Alice que foi colocada na cama, enquanto GO Y observava ao lado, preparado pra intervir se fosse necessário.

Depois de uma manobra pra desvirar, Nathália sentou e pegou sozinha pela primeira vez sua Alice, coberta de vérnix, gordinha e cabeluda! As duas se abraçaram e se conheceram. Alice logo foi pro peito cheirar a mamãe. Deu um choro miado, quase um resmungo. E ficou alí sentindo o calor daquela mulher poderosa que havia lutado pra trazê-la ao mundo.

Alice ainda estava no colo da mãe quando o cordão foi cortado. E depois foi levada para os procedimentos padrões do hospital. Enquanto esperávamos a placenta sair, uma voz que esperava pela cesárea, saiu por trás das cortinas do pré-parto coletivo e disse em voz alta: "Nathália, eu não te conheço, mas olha... você foi uma guerreira! Incrível, você está de parabéns mesmo! Queria eu ter podido passar por isso." Nathália agradeceu, e riu.

Quanto orgulho, quanta emoção! Logo depois que placenta saiu, Nathália levantou e foi tomar um banho completo e ficamos esperando a troca do plantão.

Para nossa sorte (novamente), GO Rachel Carneiro estava assumindo o plantão! Maravilha! Logo ela veio cuidar da Nathália, que precisou de uns pontinhos por conta da laceração. GO Rachel explicou a ela sobre o inchaço normal da vulva e disse que ia prescrever um gelinho pra ajudar, sempre atenciosa, narrou passo a passo dos pontos e depois combinou com Nathália sobre quando ela poderia voltar para uma consulta pós-parto.

E finalmente havia acabado. Nathália descansava tranquila no pré-parto esperando a liberação do quarto e a família chorava feliz, olhando Alice vestir sua primeira roupinha no berçário.

A maternidade estava cheia, e todos queriam saber quem era a "menina do particular" que estava parindo. rs

GO Y - Obrigada por confiar em nosso trabalho e principalmente pela ética e profissionalismo na hora de contraindicar uma medicação desnecessária. Sem você, provavelmente o sonho de Nathália não seria possível. Serei eternamente grata por seu atendimento HandsOff!

GO Rachel Carneiro - Desejamos tanto que Alice nascesse no seu plantão que mesmo não sendo, acabamos nos encontrando! hahahahha! Obrigada pelo carinho, atenção e profissionalismo de sempre.

EQUIPE do Hospital X - Obrigada pelo suporte e paciência!

EO ELUZIA - Parceira! Cada dia que passa a gente entende com mais certeza que nossos trabalhos se completam! Sua vontade de fazer a diferença aqui no sul do ES, me enche de orgulho.

PAIS da Nathália - Obrigada por confiarem no meu trabalho e no da Eluzia. Entendemos o quanto é difícil ir contra o sistema. Parabéns por confiarem em sua filha e principalmente por respeitarem a vontade dela.

LUIZ - Jamais se esqueça da mulher incrivelmente maravilhosa que você tem ao seu lado. Parabéns papai!!

NATHÁLIA - Querida, obrigada por permitir que eu participasse desse momento magnífico! Sei o quanto você batalhou por esse parto, o quanto foi difícil chegar até ele. Sua tranquilidade e serenidade foi inacreditável! Aguentar 2 horas de puxos não é pra qualquer uma não! Você sustentou um parto de cócoras sozinha, com sua própria força! Tenho orgulho de dizer que eu vi, em cada uma daquelas contrações a Nathália mãe nascer. Uma guerreira que não conhecia sua própria força e que superou todos os seus limites! PARABÉNS!!!!!!!!!!




[ Assim que a mamãe liberar, eu posto mais fotos! ]

7 comentários:

Lidia Maria quinta-feira, maio 29, 2014  

Que lindo o relato! Parabéns à mamãe pela coragem e pelo apoderamento!

MARTA AZEREDO DALTIO quinta-feira, maio 29, 2014  

Parabéns!
Meu próximo quero na água, rs!

Did Artista Plástico quinta-feira, maio 29, 2014  

........nossa q coisa linda este nascer !.....Parabéns a todos !........humanizar cada vez mais é preciso !..........diD

Idê Camargo sexta-feira, maio 30, 2014  

Muito orgulho da minha nora Nathália, pela coragem e determinação.
Pra mim, alguns momentos foram de aflição, mas a hora que ouvimos o chorinho da Alice, ah, a emoção tomou conta das 2 avós. Desabamos e tivemos a certeza de quão certa foi a escolha da Nathália, nossa guerreira..

Marta D'Agostini sexta-feira, maio 30, 2014  

Realmente é emocionante testemunhar a coragem e a bravura de uma jovem inexperiente passar pelo parto humanizado. Parabéns Alice, sua mãe é uma guerreira!

Anônimo,  sexta-feira, maio 30, 2014  

Parabéns à mamãe! Queria ter essa coragem! Mas quando chegar minha hora vou optar pela cesárea mesmo! Não aguento tanto sofrimento, não!

Josy Santana segunda-feira, junho 02, 2014  

Linda.. Nathalia ...Mamãe.. Coragem !!!! Linda Alice..muitas bênçãos <3 !! Parabéns a Mel e Eluzia

Postar um comentário

  © NOME DO SEU BLOG

Design by Emporium Digital